domingo, 8 de julho de 2012

Será que falta mesmo mão de obra qualificada?

Por Júlio César Pereira

Tenho lido em jornais e na internet, visto em telejornais que os gestores falando que tem tido dificuldades em encontrar profissionais qualificados para atuarem em setores específicos de suas empresas. Que faltam engenheiros para atuar nas indústrias brasileiras, falta pessoal para atuar com TI, mão de obra técnica. Como podem ver na minha descrição do blog, sou Engenheiro Eletricista/Telecomunicações, além disso tenho formação técnica em eletrotécnica e uma especialização em Engenharia de Produção e  mesmo assim tenho encontrado dificuldades para atuar dentro da minha área devido a falta de experiência.

Sei de várias empresas automobilísticas, por exemplo, que estão procurando engenheiros para atuar com manutenção, qualidade, desenvolvimento de produtos, mas devido a falta de experiência no ramo automotivo, praticamente não tenho chances nesse setor. Mas se é necessário ter experiência nesse ramo para poder ingressar nele, então eles só poderão contratar funcionários que estão atuando em outras empresas do setor, logo em breve, quer dizer, hoje pra falar a verdade não existem muitas pessoas que cumpram esse requisito. Esse foi só um exemplo do que vem acontecendo em um setor, e na verdade ocorre em vários deles.

Na minha opinião o que falta as empresas hoje é visão. É preciso contratar funcionários com pouca experiência para aprender com os funcionários já experientes da empresa de forma a não deixar o conhecimento desaparecer ou mudar para a concorrência, isso se chama Gestão do Conhecimento. Assim como eu, existem vários pessoas qualificadas por aí, apenas buscando uma oportunidade para mostrar nosso valor e como podemos ser importantes no desenvolvimento da indústria nacional. Não sei o que ocorre nas agência de RH, sei que colocam milhares de requisitos que são quase impossíveis de se encontrar em uma só pessoa. Todos sabemos que existem empresas que só contratam através do QI, mas infelizmente não são todos que tem essa vantagem. Já vi várias pessoas dizerem que na verdade as empresas multinacionais usam esse argumento para conseguirem trazer profissionais de seus países de origem, se for o caso cabe ao governo brasileiro tomar uma atitude. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário