domingo, 10 de junho de 2012

Gestão de Pessoas e Gestão do Conhecimento (Parte 2-2)

Para quem não leu a parte 1 é só ler aqui. Gestão de Pessoas e Gestão do Conhecimento (Parte 1-2)

Gestão de e por Competências


Outro ponto a se levantar é a Gestão de e por Competências. Segundo Albuquerque e Oliveira (2002) Gestão de Competências é a forma como a organização planeja, organiza, desenvolve, acompanha e avalia as competências necessárias ao seu negócio. Gestão por Competências é um plano de desenvolvimento profissional, cujo foco deixa de ser função/cargo e passa a ser os conhecimentos, habilidades e comportamentos individuais valorizando o trabalho de equipe e a busca continua de melhores resultados. 

Competências são conjuntos de conhecimentos, habilidades e experiências que um profissional/organização necessitam para realização de suas funções. 

Nem sempre é possível encontrar um individuo com todas as competências necessárias a função, então se contrata aquele que mais se aproxima do exigido e o trabalha de forma a aprimorar seus conhecimentos, através de treinamentos dentro da própria empresa e ás vezes quando necessário até mesmo em outras empresas, com funcionários mais experientes e principalmente através da liberdade de tentar e poder errar, é claro dentro de limites estabelecidos entre as partes. O ser humano aprende fazendo, errando e assim descobrindo novas formas de realizar as coisas. Inovações só vão ocorrer se houver liberdade para arriscar. Montar equipes onde as competências se complementem e haja desenvolvimento e trocas de conhecimento na busca de melhores resultados também é uma alternativa interessante.

Conclusão

Como resultado dessas ações ocorrerá à contratação de diversos tipos de profissionais de diferentes áreas com suas experiências, conhecimentos e vivências, bagagem que o profissional vai adquirindo ao longo dos anos. Essa diversidade no contexto de Gestão do conhecimento se disseminará dentro da empresa gerando um conhecimento comum à empresa, e o desenvolvimento desse conhecimento e seu compartilhamento tornarão a organização mais competitiva. Com uma boa gestão tanto de conhecimento como de pessoas alinhados a uma boa estratégia corporativa fará com que a empresa sofra menos com a rotatividade de colaboradores, prepare melhor sucessores para setores importantes da organização criando-se assim uma nova mentalidade na organização. 

Tudo isso só será possível com a participação da Alta Administração não só na apresentação da Estratégia Empresarial mas também na criação de metas desafiadoras e motivantes. O desenvolvimento de uma cultura organizacional voltada à inovação, experimentação e aprendizado contínuo comprometido com resultados.

Nenhum comentário :

Postar um comentário